terça-feira, 9 de agosto de 2011

COMO COMPRAR (outros temas)

1° passo: Escolha sua camiseta, tamanho e modelo.
Me envie seu pedido por e-mail indicando a imagem da estampa ou enviando a imagem em anexo, informe também seu CEP para calculo do frete.
Feito isto já lhe retorno com valor e os dados para que você possa finalizar seu pedido.
camivegs@gmail.com

Exemplo do pedido:
 Endereço
(Seu nome)
(Rua, numero)
(Bairro)
(Cidade/Estado)
 CEP:( 0000-000)

Pedido:
[indique a quantidade de camisetas, modelo e tamanho de cada uma delas]
[indique a imagem que irá em cada camiseta]
exemplo:
1 baby look tam M com as estampa:
(foto do cachorrinho branco)


Pagamento e entrega e localização.
O pagamento é feito por depósito em conta bancária e a entrega via correio (PAC do correio, com rastreamento e seguro), motoboy (apenas nas proximidades) ou retirada com hora marcada.
Estou localizado em São Paulo/SP, Altos de Vila Prudente, CEP 03978 720 - R. Hortelã do Campo, 55 - Referencia, fica ao lado do CEU Rosas da China.

Assim que recebo seu pedido, irei lhe passar os dados para o pagamento (conta do Itaú ou Banco do Brasil) e assim que efetuá-lo deverá guardar o comprovante e me informar seus dados para que eu possa confirmar.
Pagamento confirmado eu envio seu pedido em até dois dias uteis informando o código de rastreamento do correio.
Recebido o pedido peço que me qualifique.


Muito obrigado.


Contato/vendas: 
camivegs@gmail.com


Márcio JS

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

Textos vegs

Textos vegs por Márcio JS

- Eis o inferno!  ......................................................................... (pesado)
- Ele foi decapitado!  ............................................................... (médio)
- Fiquei doente =/  .................................................................... (leve)
- Mãe! Comi um cavalo de tróia! ........................................... (leve)
- NÓS TEMOS OPÇÃO..............................................................(leve)
- A hipnose do "abra a boca e feche os olhos" ........... ....(leve)

Eis o inferno!


Segundo me narrava a criatura, ele existe, pois ela esteve lá. 

“... há demônios, muitos, somente onde eu me encontrava havia dezenas deles, mas dizem que são milhares, milhões talvez. Se ocupam em nos torturar por estamos lá. Não sei como fomos parar naquele lugar horrível, nunca mais quero voltar pra lá,  dizem que são eles mesmos que nos levam para lá.

Estes demônios são criaturas horrendas, com gargalhadas assustadoras, tive medo, muito medo.

Entre nós haviam alguns seres sábios, um deles me falou sobre as torturas praticadas por esses demônios, disse que era importante me falar. São torturas terríveis, algumas das quais eu também passei... horríveis ... você não deseja saber, mas eu tenho que contar... não aguento, tenho que contar...

Alguns de nós eles jogam em um tanque com água fervendo, depois nos despelam ainda vivos.
Com uma lamina aquecida cortam nossos ‘dentes’...
ácidos são pingados em seus olhos... seu crânio é aberto e seu cérebro exposto, outros órgãos de seu corpo também, os demônios que fazem isto vestem branco.

...alguns passam a vida presos enquanto sofrem as torturas até que morram por não aguentarem mais, outros são levados para que continuem sendo torturados em outros lugares...
Este sábio viu dois demônios pegar um de nós, prende-lo pelo nariz e serrar partes de seu crânio... queimar sua pele com um ferro tão quente que brilhava feito brasa...

Esses demônios gritam e dão gargalhadas enquanto nos enchem de pancadas...
São bestas horrendas... em um desses lugares de tortura centenas deles gritam como loucos enquanto temos nossas costas perfuradas por espetos de ferro, até que nossas forças se vão...

Em alguns lugares dizem que nem podemos dormir...
Uns tem um tubo enfiado na boca e são forçados a comer sem parar...
Muitos são escravizados até que não sirvam mais..
Alguns são colocados em um caldeirão com água fria que é aquecida até que morram.

Caçam-nos, nos cortam ainda vivos, somos esquartejados e eles comem nossos pedados...
... reunidos em grupos dão suas gargalhadas temerosas enquanto nos devoram...

... assim fazem os demônios, são demônios, criaturas terríveis, terríveis! não deixem que me peguem! querem me matar!!!, mas eu consegui, tive sorte, consegui... escapei deles, escapei!“
.
Assim me narrava aquela pobre criatura horrorizada, ela havia desencarnado (morta) recentemente e agora estava segura num centro de reabilitação.
Na ocasião tive que mudar minha forma física para uma que lembrasse qualquer animal menos a espécie humana, para que esta criatura não viesse a descobrir... que também só não passo de mais um temido demônio.

- Márcio JS 




Este é um conto fictício que reflete a mais pura realidade.
Para aqueles que a realidade lhes pareça forte demais, não assista o vídeo, mas também deixe de contribuir com essa loucura, pois é o consumidor final que dá a sentença de morte a esses seres. 


Aqui se vangloriam de sua capacidade de causar sofrimento, fritando suas vitimas ainda vivas sobre uma plateia alucinada.


O próximo vídeo não contem senas de violência, ele é pra você que deseja se tornar vegetariano(a) e acha que não pode, por contas das mentiras que teve de ouvir durante toda sua vida.


Por motivos espirituais




Retornar para textos